fbpx

Como consultar o FGTS online

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS – é um programa governamental instituído para que ao menos temporariamente os trabalhadores, os quais estavam sob o regime de CLT, que foram demitidos por justa causa consigam uma compensação monetária durante o período.

Os valores do FGTS são lançados automaticamente pela empresa e no caso de demissão não existe nenhum informe sobre o procedimento de retirada. Para saber o valor que pode ser resgatado é importante que o trabalhador saiba quais são os procedimentos para consultar o seu FGTS.

Quem são as pessoas que podem sacar o FGTS

Primeiramente precisamos saber se o trabalhador se encaixa dentro das normas para poder ter o Fundo de Garantia. Para que isso aconteça o trabalhador precisa ter carteira assinada e estar de acordo com as leis trabalhistas que passaram a vigorar no dia cinco de outubro de 1988.

Além dos trabalhadores que se enquadram no molde acima, os trabalhadores rurais e os atletas profissionais também podem receber o FGTS. Outras classes trabalhistas não são contempladas pela lei que rege o direito ao fundo de garantia.

Portanto, para receber o FGTS o trabalhador precisa ter vínculo empregatício, de forma que o valor é depositado pela empresa e não pode ser descontado do empregado em nenhuma hipótese.

Como consultar o FGTS

Para consultar o FGTS o beneficiário pode procede de três maneiras diferentes, que são bem simples e rápidas. Assim é possível utilizar a internet, telefone ou se dirigir as agencias da Caixa Econômica Federal.

Além dessa forma de consulta, a Caixa Econômica Federal ainda envia o extrato do FGTS, totalmente detalhado, para o endereço cadastrado no banco de dados. Isso é uma forma que o trabalhador tem para acompanhar os valores do seu Fundo de Garantia.

Consulta FGTS Utilizando a Internet

A consulta do extrato de pagamentos do FGTS dentre as modalidades possíveis é aquela que apresenta uma maior comodidade para os beneficiários do FGTS. Para que o trabalhador consiga fazer a consulta ele precisa ter um computador conectado à internet e acessar o site da Caixa, através do link http://www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/Paginas/default.aspx.

Não se esqueça que para efetuar a consulta o trabalhador precisará informar o seu número do PIS e a senha cadastrada. Se você não tem a senha, basta se cadastrar.

Consulta através das Agências Bancárias

Para efetuar a sua consulta em Agencias Bancárias da Caixa Econômica Federal o trabalhador pode se deslocar até a agencia mais próxima, lembrando de apresentar todos os documentos pessoais necessários (como identidade, CPF, Cartão Cidadão e o número do PIS) e solicitar a consulta.

Consulta pelo telefone

Para consultar o seu saldo do Fundo de Garantia pelo telefone, o trabalhador precisa entrar em contato com a central de atendimento da Caixa Econômica Federal através do número 0800 726 0207. O horário de funcionamento do telefone da Caixa é 24h por dia de segunda a sexta.

Aplicativo do FGTS

Na realidade existe uma outra possibilidade, que nos dias de hoje, pode ser muito mais interessante, que é utilizar o aplicativo para consultar o saldo do Fundo de Garantia.

O aplicativo pode ser baixado tanto para sistemas Android, iOS quanto para Windows. Porém cabe ressaltar que durante a busca muitos app podem apresentar o nome de FGTS e dessa forma é imprescindível procurar pelo aplicativo oficial e que apresente o nome da Caixa Econômica Federal.

Para entender melhor como funciona o valor do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço é feito através do depósito pela empresar que o trabalhador tem vinculo empregatício de CLT e ele só pode ser sacado quando o contrato for finalizado.

No caso de demissão sem justa causa, o trabalhador demitido poderá receber o valor do FGTS acrescentado de uma multa referente a 40% do valor do FGTS que está na conta do trabalhador. É importante ressaltar que somente o empregador apresenta acesso a conta da Caixa onde está sendo depositado o valor do FGTS.

Por fim, o depósito do Fundo de Garantia é obrigatório, sendo que o empregador deve pagar o valor do FGTS diretamente nesta conta e sem nenhum desconto para o trabalhador. Dessa forma, cabe ao trabalhador ficar de olhos nas datas de pagamento para o recebimento do fundo de garantia.